sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Dolabella terá que pagar R$40 mil à camareira; ator vai recorrer da decisão




Camareira acusa Dado de tê-la agredido durante uma briga dele com a então namorada Luana Piovani, em 2008

O ator Dado Dolabella terá de pagar R$ 40 mil de indenização à camareira Esmeralda de Souza Honório. Esmeralda acusa Dolabella de tê-la agredido durante uma BRIGA dele com a então namorada Luana Piovani, em uma boate, no Rio, em 2008.

A 11ª Câmara Cível do Rio reformou, por unanimidade, a sentença que julgara improcedente o pedido dessa condenação. A causa foi ganha pelos advogados Marcelo Salomão e Maria José Arruda de Almeida.

Na decisão em 1ª instância, a juíza argumentou que Dado seria inocente porque "em briga de marido e mulher ninguém mete a colher". Mas a desembargadora Myriam Medeiros da Fonseca Costa, relatora da apelação, não entendeu assim.

Procurado pelo UOL, Marco Aurélio Assef, advogado de Dolabella, afirmou que vai recorrer da decisão judicial.

"De fato, a 11ª Câmara Cível do Rio contrariou um jargão popular milenar, que diz que ‘em briga de marido e mulher ninguém mete a colher’. A desembargadora desrespeitou isso e vamos entrar com um recurso especial", disse.

Assef argumentou que a decisão "afronta o princípio da vedação do enriquecimento ilícito". "É um grande negócio ser empurrada e se machucar e ganhar R$40 mil. O Dado ofereceu R$5 mil de indenização à dona Esmeralda. Mas ela preferiu recorrer e ganhou. Estamos aguardando a publicação do acórdão para já entrarmos com o recurso especial", explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário