domingo, 27 de janeiro de 2013

Filme sobre Grace Kelly desagrada família real de Mônaco


Filhos da princesa classificam a cinebiografia estrelada por Nicole Kidman de 'ficção pura', além de conter erros históricos e glamourização sem sentido

Nicole Kidman como Grace Kelly (Divulgação)

O príncipe de Mônaco, Albert II, juntamente com suas irmãs, as princesas Caroline e Stephanie, emitiram um comunicado oficial na última quarta-feira na qual repudiam a produção hollywoodiana sobre Grace Kelly, mãe dos três.

Na carta, a família assume não ter nenhuma associação com o projeto e declaram: “Para nós, este filme não constitui uma obra biográfica, mas apenas um retrato de parte da sua vida, com uma glamourização sem sentido, erros históricos assim como cenas puramente fictícias”.

O roteiro foi lido pela família, que chegou a pedir algumas alterações aos produtores, porém os pedidos não foram atendidos.

Segundo a atriz Nicole Kidman, escalada para o papel de Grace Kelly, o longa não pretende ser uma biografia, mas sim um recorte que mostra a transição da vida de uma atriz de cinema para uma princesa no começo dos anos 1960.

Histórico - Grace Kelly ficou conhecida por papéis importantes, como em Amar é Sofrer, que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz, e também Disque M para Matar, de Alfred Hitchcock. Em 1956, Grace se casou com o príncipe Rainier de Mônaco e abandonou a carreira de atriz. Passou a dedicar-se a ações humanitárias e também à família. A atriz e princesa morreu aos 52 anos, em um acidente automobilístico.

Grace of Monaco, título oficial da produção, tem direção assinada por Olivier Dahan, o mesmo de Piaf – Um Hino ao Amor, e está previsto para estrear em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário