segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Viajar no tempo: com a tecnologia atual, cientistas garantem ser possível!


Como fico muito tempo online, principalmente no Twitter as vezes vejo notícias e informações bem interessantes! Recentemente vi um notícia twitada pelo @olhardigital sobre uma postagem no site deles (Olhar Digital), o título da postagem era o seguinte: "Viajar no tempo: com a tecnologia atual, cientistas garantem ser possível!" Me parecia ser um assunto bem legal, então resolvi acessar a página desta postagem, ao acessar li e resolvi compartilhar aqui no Rede Dicas.

Vejam só! (Esta postagem está originalmente no site do Olhar Digital)
"Teorias sobre viagem no tempo são tão interessantes e cheias de mistérios que já viraram tema para o cinema inúmeras vezes. No entanto, no meio de algumas ideias bem surreais, existem certos conceitos que podem fazer sentido mesmo sem comprovação. Enquanto alguns cientistas tentam provar que o sonho da viagem no tempo é impossível, outros como Ronal Mallet e John Cramer fizeram de tudo para criar uma teoria que fosse viável.

De acordo com o site Dvice, em 2006, o professor Ronald Mallet, da Universidade de Connecticut (Estados Unidos) balançou o mundo com sua previsão de que uma máquina do tempo estaria em funcionamento nos próximos 100 anos. Mallet criou um projeto, baseado na Teoria da Relatividade de Einstein, de uma viagem para o passado e futuro. Sua ideia se fundamenta em um conjunto de raios laser que, em forma de espiral, teriam potência para deformar o espaço-tempo, proporcionando a viagem no tempo. Atualmente, o professor está em busca de financiamento para seu projeto, apelidado de "Space-Time Twisting by Light" (STL). Mas, até agora, não houve ninguém que comprasse a tal ideia mirabolante.
Já John Cramer, da Universidade de Washington (Estados Unidos), foi atrás dos "wormholes", ou, "buracos de minhocas" natural. O "wormhole" trata-se de uma espécie de túnel que serviria como um atalho cósmico. Ele ligaria pontos superdistantes que poderiam ser alcançados rapidamente. Dessa forma, o ser humano ganharia um tempo enorme, conseguindo, assim, saltar não somente no tempo, mas também no espaço. Os wormholes naturais, como sugere Cramer, poderiam ser gerados durante a evolução do Universo e seriam enormes.

Outro novo tipo de viagem no tempo, com base em teletransporte quântico, foi criado pelo cientista Seth Lloyd, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Ele criou um estudo que utiliza a física quântica para determinar a possibilidade de um corpo ou até um ser humano viajar para o futuro e passado. Mas, para tristeza de alguns, em julho de 2011, o chinês Du Shengwang provou que o sonho de viajar no tempo é impossível. Isso porque nada é capaz de viajar mais rápido que a velocidade da luz – uma das condições da física para uma suposta viagem no tempo. Nem mesmo um fóton – a menor partícula possível de luz.
E aí, o que você acha? Acredita ser possível voltar ou avançar no tempo?"

Bem interessante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário