domingo, 10 de fevereiro de 2013

DICA: Por que Usar filtro Solar no Inverno


Quem se preocupa um pouco com a beleza ou com a saúde, sabe que um dos conselhos mais propagados a respeito da pele tem a ver com o uso frequente do protetor solar. Embora, na maior parte do tempo só nos lembramos de sua importância no verão, e principalmente quando estamos com a pele ardendo, a verdade é que seu uso é fundamental no dia-a-dia, em todas as estações do ano, até mesmo no inverno.

Talvez você pense: “Ah, mas no inverno não faz tanto calor e o sol não está tão forte.” O argumento faria sentido se por acaso os raios ultravioleta deixassem de estar presentes, mas este não é o caso. Por mais que o sol mude seu ângulo no inverno, ele continua lá assim como os raios ultravioleta, agindo mesmo nos dias nublados e frios, causando os mesmos danos dos dias quentes do verão, inclusive aumentando os riscos de câncer de pele pela exposição sem a proteção devida.


Para proteger sua pele de forma adequada dos perigos do sol, as partes mais expostas do corpo precisam de cuidado diário: rosto, mãos, colo e braços precisam de filtro solar sendo no mínimo com o fator 15, devendo ser reaplicado a cada quatro horas, devido a redução do tempo de ação do produto por causa da poluição e da luz artificial.

Se caso você tenha feito ou esteja fazendo algum procedimento como peeling ou laser, o cuidado deve ser redobrado, pois esses tratamentos deixam a pele do rosto mais sensível.

Como escolher o filtro solar mais adequado?

A escolha do filtro solar deve ser pensada por cuidado, afinal nem todo mundo tem as mesmas necessidades.

Para comprar o produto é preciso levar dois fatores em consideração: tom e tipo de pele

O fator necessário de proteção depende especialmente do tom da pele. Para quem a tem muito clara o fator de proteção deve ser alto já que esse tipo de pele queima com facilidade, portanto FPS 60 pode ser a melhor escolha. Quem tem a pele morena ou negra pode usar fatores mais baixos, como FPS 15 ou 30, sendo este último a melhor alternativa, mas é importante não deixar de usar.


Quanto ao tipo, o que será definido será a consistência do produto. Por exemplo: quem tem pele oleosa deve optar por protetor solar em gel ou oil free, evitando os produtos em creme, que podem estimular a oleosidade a propiciar o aparecimento de cravos e espinhas pelo caminho. Agora, caso sua pele seja seca ou mista, os protetores em creme são mais indicados, pois eles possuem hidratantes em sua composição.

É importante não esquecer também de outra orientação: existe um horário onde não é nada adequado se expor ao sol, mas caso haja necessidade é importante não descuidar. Entre as 10h e 15h a intensidade dos raios solares é mais forte portanto não se esqueça de estar munido com seu protetor.

E então? Aprendeu? Então comece já a cuidar da sua pele: não se trata somente da beleza, mas também de

Um comentário: